John Hurt, em 1984, baseado no clássico de George Orwell

Jovem Pan – Senador eleito pelo PSDB de São Paulo, Aloysio Nunes Ferreira criticou, através do Twitter, o projeto que permite à Anatel monitorar as chamadas telefônicas, ficas ou móveis, feitas pelos brasileiros. Em entrevista a Thiago Uberreich, disse que o partido deve entrar com uma ação, no Supremo Tribunal Federal.

O político aponta que, com tal medida, a Anatel invadiria a privacidade dos cidadãos, uma vez que apenas uma ordem judicial pode autorizar a quebra do sigilo telefônico. Questionado sobre o fato do projeto não ter passado pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado, ele explicou que isso “é uma afronta à Constituição e um insulto à inteligência” dos brasileiros.

A Anatel usa, como pretexto para o projeto, o controle do cumprimento de meta das empresas mas, reiterou o paulista, isso pode ser feito de outros meios. Através da Internet, é possível consultar o balanço das ligações fixas ou móveis feitas, mas isso é direito de qualquer cliente, e não do governo, destacou o futuro parlamentar.

O político aponta que, com tal medida, a Anatel invadiria a privacidade dos cidadãos, uma vez que apenas uma ordem judicial pode autorizar a quebra do sigilo telefônico. Questionado sobre o fato do projeto não ter passado pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado, ele explicou que isso “é uma afronta à Constituição e um insulto à inteligência” dos brasileiros.

A Anatel usa, como pretexto para o projeto, o controle do cumprimento de meta das empresas mas, reiterou o paulista, isso pode ser feito de outros meios. Através da Internet, é possível consultar o balanço das ligações fixas ou móveis feitas, mas isso é direito de qualquer cliente, e não do governo, destacou o futuro parlamentar.

1 Comentário

  • Carol Martins 2011 jan 23 / 14:57

    Não entendi por que a Anatel precisa da conta do cidadão para “modernizar” a fiscalização para exigir das teles o cumprimento das metas de qualidade.

    Espionar a conta alheia é “modernizar” a fiscalização?

Deixe um comentário