Os chanceleres  Aloysio Nunes Ferreira (Brasil) e Francis Kasaila (Malawi). Crédito: Divulgação. 10.05.2017.

Os chanceleres Aloysio Nunes Ferreira (Brasil) e Francis Kasaila (Malawi). Crédito: Divulgação. 10.05.2017.

Lilongue – “Nós temos relações com o Malawi desde a sua independência [do Reino Unido em 1964]. Esta relação é baseada por cooperação e investimentos”, afirmou o chanceler Aloysio Nunes Ferreira durante visita oficial ao país nesta quarta-feira (10). É a primeira vez que um ministro brasileiro das Relações Exteriores viaja à nação africana.

No continente africano, um dos maiores investimentos da mineradora brasileira Vale está em Malawi: a construção da ferrovia “Corredor Nacala”, inaugurada em 2016, que faz a ligação para um porto em Moçambique

“O investimento da empresa brasileira no país é de cerca de 1 bilhão de dólares. Será muito positivo para a economia local e para incentivar o comércio de bens brasileiros e malauianos”, ressaltou Aloysio Nunes.

Entre encontros com o presidente Arthur Mutharika e com seu homólogo, Francis Kasaila, os dois governos assinaram acordos de facilitação de vistos de negócios e de isenção de vistos para portadores de passaportes diplomáticos.

O chanceler do Brasil lembrou ainda a disposição da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) para trabalhar na cooperação com o Malawi no setor de agricultura. “Esperamos receber um grupo de especialistas [malawianos] para discutir como nossos pesquisadores podem cooperar com o país. É uma ocasião para aperfeiçoarmos nossa pesquisa nesta matéria”, disse.

Deixe um comentário