Brasília - O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, se reúne com o ministro das Relações Exteriores da Bolívia, Fernando Huanacuni, no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro Aloysio Nunes Ferreira se reúne com o chanceler da Bolívia, Fernando Huanacuni, no Palácio Itamaraty, em Brasília (DF). (Crédito: Agência Brasil)

Brasília – O presidente da Bolívia, Evo Morales, fará visita oficial ao Brasil no próximo dia 30. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (6) pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, ao receber o chanceler boliviano Fernando Huanacuni no Itamaraty.

​”Estive hoje com o presidente [Michel] Temer e confirmamos essa data. De modo que teremos, daqui até lá, muito trabalho a fazer”, disse o brasileiro ao seu homólogo. ​

Na reunião com Huanacuni nesta sexta, ​​os dois chanceleres assinaram um acordo na área de saúde nas fronteiras e conversaram sobre questões sociais e comerciais.

Aloysio Nunes reiterou ainda o interesse brasileiro no Corredor Bioceânico Central, que irá ligar redes ferroviárias dos países e incluirá o território do Peru. A construção facilitará também facilitará o acesso do Atlântico ao Pacífico.

Entre seus países vizinhos, a fronteira brasileira com a Bolívia é a maior em extensão: 3.420 quilômetros. O Brasil é, historicamente, o principal parceiro comercial de La Paz. É o primeiro destino das exportações bolivianas, devido à venda do gás natural, e segunda maior origem das importações daquele país.

Deixe um comentário