Crédito: Governo da África do Sul

O ministro Aloysio Nunes Ferreira (esquerda) e a chanceler sul-africana Maite Nkoana-Mashabane (Crédito: Governo da África do Sul)

Pretória – As exportações brasileiras para países da União Aduaneira da África Austral (UAAA) cresceram 19% no primeiro trimestre de 2017 na comparação do ano passado. O bloco é formado pela África do Sul, Botsuana, Lesoto, Suazilândia e Namíbia.

“Isso mostra que os esforços dos nossos governos para incrementar o comércio têm uma sólida base para ir muito adiante”, afirmou o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, em visita oficial à capital sul-africana nesta segunda-feira (15). Na pauta, reunião com a sua homóloga Maite Nkoana-Mashabane.

O chanceler ressaltou que a África do Sul é um dos principais parceiros do Brasil no continente. O fluxo de comércio entre os dois países cresceu 227% nos últimos 16 anos. “O nosso intercâmbio comercial apresentou uma queda em relação a 2015 em razão das dificuldades que o Brasil passa, mas das quais nós estamos saindo”.

A visita de Aloysio Nunes também marcou ainda a abertura do seminário empresarial Brasil-África do Sul. O evento conta com a participação de empresários e agências governamentais de ambos os países. “O objetivo [é] aumentar esse intercâmbio econômico, que é feito basicamente por empresários. Cabe a nós governos ajudá-los”, explicou o ministro.

Deixe um comentário