Brasília – O governo brasileiro recebeu com profunda indignação a morte da brasileira Raynéia Gabrielle Lima, estudante de Medicina na Universidade Americana em Manágua. Ela foi atingida na segunda-feira (23) por disparos em circunstâncias ainda desconhecidas. “Neste momento difícil, estende sua solidariedade e expressa suas mais sentidas condolências à família da jovem.”

O Brasil condenou o aprofundamento da repressão, o uso desproporcional e letal da força e o emprego de grupos paramilitares em operações coordenadas pelas equipes de segurança, conforme constatado pelo Mecanismo Especial de Seguimento para a Nicarágua instalado para implementar as recomendações da Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

“Ao repudiar a perseguição de manifestantes, estudantes e defensores dos direitos humanos, o governo brasileiro volta a instar o governo da Nicarágua a garantir o exercício dos direitos individuais e das liberdades públicas. O governo brasileiro exorta as autoridades nicaraguenses a envidarem todos os esforços necessários para identificar e punir os responsáveis pelo ato criminoso.”

Leia também:  

Deixe um comentário